segunda-feira, 9 de abril de 2012




- Tive um pesadelo.
- Sobre que desta vez?
- Sobre um erro do passado.
- Qual erro?
- Ódio.

sábado, 17 de dezembro de 2011







Queria que parasses.
Queria que fosses capaz de fazer comigo o que és capaz de fazer pelos outros.
Queria que me amasses tanto como amas os outros.

Talvez o problema seja eu. 
Talvez seja eu que esteja a errar.
Talvez eu me esteja a meter no teu caminho.

(talvez?)

Vivo num mundo de incertezas.
Estas a afastar-me de ti. Inconscientemente talvez, mas estas.

Dói, sabes.
Dói, ver-te a por-me de lado.
Dói, ver-te a desprezar-me.
Dói, ouvir as tuas ameaças incondicionais.

Dói. Mesmo.


MB
15/12/2011

terça-feira, 18 de outubro de 2011


E eu tenho a mania de antes de tentar, dizer logo que vai dar errado.
O problema é que a maior parte das vezes eu estou certa.

quinta-feira, 13 de outubro de 2011


Ela só queria paz, mas caía tudo em cima dela.

Era cada vez mais difícil fingir que estava bem.
Sentia-se cansada, cansada de sorrir quando só queria chorar, sentia que lhe doí-a mais sorrir do que deixar escapar uma lágrima.

Finalmente, acabou a aula de matemática. Agora era só o tempo de chegar a casa e poderia fechar-se no quarto a ouvir música e chorar, chorar o que quisesse sem ninguém que a julga-se.

Sentia-se tão mal. Como se lhe tivessem tirado o chão e ela caísse num abismo. Cada vez mais fundo.
Sentia-se tão perdida como nunca se tinha sentido.

Não pode confiar em ninguém, não conseguia.

Chegou a casa. Deitou-se. Ligou o MP3. Guns N' Roses, no máximo. E chorou, chorou até adormecer...




13/10/2011
MB

terça-feira, 11 de outubro de 2011



"Não faz mal ter medo." Mas as pessoas vou julgar-te por isso.

Número total de visualizações de página

Seguidores